Guy Laliberté: O maior perdedor da história do poker mundial

Estima-se que empresário tenha perdido mais de US$ 31 Milhões em cerca de seis anos

Guy Laliberté, CEO do Cirque du Soleil

Para a maioria das pessoas, o canadense Guy Laliberté é conhecido como fundador, CEO e diretor-executivo do Cirque du Soleil. Além disso, o empresário atua também como Guia de Criação dos espetáculos da companhia e pratica a filantropia. Porém, o gestor, eleito em 2006 pela empresa Ernst & Young como empreendedor do ano, possui um título bem menos louvável, o de maior perdedor da história do poker mundial.

Estima-se que Laliberté tenha perdido mais de US$ 31 milhões jogando poker online ao longo de aproximadamente 6 anos. É difícil precisar o valor que o empresário já deixou nas mesas virtuais, uma vez que ele utilizou várias contas ao longo deste período. Essa atividade é considerada irregular pelas salas de poker na internet e já causou o banimento de muitos jogadores nos maiores sites do mundo. No caso do canadense, no entanto, existiu uma complacência, principalmente do extinto Full Tilt Poker, devido ao alto volume de dinheiro jogado pelo bilionário.

“noataima”

A primeira conta conhecida, registrada por Guy foi “noataima” no Full Tilt Poker, que apareceu pela primeira vez na base do site high stakes DB em 17 de outubro de 2006. Essa foi a conta do canadense com maiores perdas, totalizando mais de sete milhões de dólares(US$ 7.067.935) de baixas entre as mesas de NLHE e PLO.

Veja também: Neymar joga poker durante a final do francês e imprensa não perdoa

noataima foi a primeira conta do canadense em um site de poker online

“patatino”

A segunda conta atribuída ao empresário foi “patatino”, também no Full Tilt, e mostra quase seis milhões de dólares em perdas($ 5.924.546) entre 5 de abril de 2007 e fevereiro de 2009. Foi com essa conta que o empresário ganhou o maior pote de sua carreira online, jogando “6-max $ 500/$ 1000 NLHE”, pouco mais de seiscentos mil dólares(US$ 609.733).

Jogando com “patatino” Guy conquistou seu maior pote.

Não deixe de ver: Home Game reúne a elite das maiores mentes do Vale do Silício

“Lady Marmelade”

A próxima conta associada a Laliberté, novamente no Full Tilt, foi “Lady Marmelade”, que ficou ativa por pouco mais de seis meses. Mas não se engane, o curto período de atividade não refletiu em resultados. Em 36,7 mil mãos, a conta perdeu mais sies milhões de dólares(US$ 6,632,177), tornando-se sua segunda maior conta perdedora do dono do Cirque du Soleil.

Créditos: DannyMaxwell

“elmariachimacho”

A conta com menor período de utilização por Guy Laliberté foi “elmariachimacho”, que jogou 18.862 mãos entre 1 de setembro de 2008 e o final do ano, perdendo pouco mais de quatro milhões de dólares(US$ 4.161.884) neste período.

“elmariachimacho” foi a conta que acumulou a maior perda em menor tempo, com uma média de $ 220 por cada mão jogada
“elmariachimacho” foi a conta que acumulou a maior perda em menor tempo, com uma média de $ 220 por cada mão jogada

“Esvedra”

A última conta utilizada por Laliberté no Full Tilt Poker foi “Esvedra”. Jogando sob essa alcunha o empresário somou uma perda total de quase três milhões de dólares (US$ 2.685.018), em cerca de um ano.

Conheça as memórias do maior apostador de todos os tempos

Zypherin

A última conta conhecida de Guy Laliberte é “Zypherin”,  no PokerStars. Utilizada entre janeiro de 2011 a outubro de 2012, foi a conta mais ativa do empresário, com 123.261 mãos jogadas. Mas o resultado, não foi diferente as demais. Guy acumulou mais de quatro milhões e meio de dólares em perdas(US$ 4.607.380) – embora tenha sido de longe a sua taxa de perda mais lenta, cerca de US$ 37.37 em média por mão.

As perdas totais combinadas de Guy Laliberté nas mesas “high stakes” somam US$ 31.078.040. Ainda assim, esse número representa pouco mais de 3% de seu patrimônio líquido e US$ 4 milhões a menos do que ele gastou em 2009, quando se tornou o sétimo turista espacial, ao participar de uma estadia de dez dias à bordo da Estação Espacial Internacional. Por sua “viagem turística” ele teve que desembolsar US$ 35 milhões.

Em 2009 Guy tornou-se o sétimo turista espacial, ao participar de uma estadia de dez dias a bordo da Estação Espacial Internacional

Quer saber mais sobre o mundo do poker? Curta nossa redes sociais  e fique por dentro do que acontece no esporte mental que mais cresce no mundo. Prometemos mantê-lo informado.